83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

Possibilidade de acumulação pensão por morte com outro benefício

Por Paulo Vieira (Advogado Associado)

Segundo a lei nº 8.213/91 que disciplina sobre os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), é possível a acumulação do benefício de pensão por morte com outros benefícios.

Na verdade, seria possível acumular o benefício de pensão por morte com o benefício de aposentadoria (independentemente da espécie de aposentadoria), com o auxílio por incapacidade temporária, salário-maternidade, auxílio-reclusão e até com o auxílio-acidente.

Todavia, não seria possível a acumulação de dois benefícios de pensão por morte do INSS, se decorrentes do óbito dos cônjuges ou companheiros (as), ou a acumulação da pensão com o benefício de prestação continuada (BPC).

Deve-se esclarecer que é possível acumular uma segunda pensão por morte, desde que ambas não sejam decorrentes do vínculo de casamento ou união estável. Ou seja, é possível o recebimento de uma pensão por morte do cônjuge com uma pensão por morte do filho, ou até acumular duas pensões por morte deixadas por filhos diferentes. 

Vale lembrar que, com a reforma da previdência decorrente da Emenda Constitucional nº 103/2019, o beneficiário não receberá os valores totais de ambos os benefícios que pretende acumular, mas deverá escolher o mais vantajoso para receber o valor total, enquanto o outro benefício será pago em um percentual menor. Por isso, sempre é necessária a orientação de um advogado especialista para prestar as devidas orientações.

Posts Relacionados

Publicações

Medida Provisória cria o Programa Emprega + Mulheres e Jovens

17 Maio 2022

Por Rummenig Lucena (Advogado Associado)

Publicações

Medida Provisória altera lei que regula o teletrabalho (home office)?

12 Maio 2022

Por Thiago Leandro (Advogado Associado)

Publicações

Você sabia que algumas situações dispensam a carência para ter direito ao auxílio-doença?

11 Maio 2022

Por Mônica Danielle (Advogada Associada)

Publicações

O filho de 21 anos e estudante continua recebendo a pensão por morte?

13 Abril 2022

Por Allana Lopes (Advogada Associada)

Publicações

Você sabe quem é o “super idoso”?

5 Abril 2022

Por @jorgeluiz353 (Advogado Coordenador)