83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

O sócio pode ser pessoalmente responsabilizado por dívidas tributárias da empresa?

Por Fabiana Carneiro (Advogada Associada – NTA)

A legislação permite que em algumas hipóteses, o patrimônio pessoal do sócio sofra restrições em razão de dívidas tributárias decorrentes da atividade empresarial. 

Inicialmente, deve-se esclarecer que a falta de pagamento de alguma obrigação tributária, não gera, por si só, responsabilização do sócio, para isso é preciso a ocorrência de um ato ilícito.

 Nesse contexto, a dissolução irregular da empresa é considerada como ato ilícito. Uma empresa é encerrada irregularmente, por exemplo, quando deixa de funcionar sem fazer a extinção formal da pessoa jurídica. 

Outra situação ocorre nos casos em que a empresa devedora muda de endereço sem comunicar à Receita Federal, a dissolução irregular é presumida e, assim, independe de qualquer outra prova. 

Assim, como os sócios da empresa podem ser modificados ao longo do tempo, questionou-se na Justiça qual sócio responderia pelas dívidas fiscais nos casos de dissolução irregular. 

Em resposta, a 1ª seção do Superior Tribunal de Justiça, em 24/11/2021, decidiu que quem deve ser responsabilizado pelas dívidas é aquele que gerenciava a empresa na época do encerramento das atividades em desacordo com a lei. O colegiado afastou a responsabilidade do sócio que gerenciava a empresa no momento do fato gerador dos tributos e se retirou regularmente antes do fechamento.

Sendo assim, é imprescindível atentar-se as hipóteses de atribuição de responsabilidade pessoal dos sócios. O aconselhamento por especialistas em direito tributário pode minimizar os riscos inerentes a atividade empresarial.

Posts Relacionados

Publicações

Medida Provisória cria o Programa Emprega + Mulheres e Jovens

17 Maio 2022

Por Rummenig Lucena (Advogado Associado)

Publicações

Medida Provisória altera lei que regula o teletrabalho (home office)?

12 Maio 2022

Por Thiago Leandro (Advogado Associado)

Publicações

Você sabia que algumas situações dispensam a carência para ter direito ao auxílio-doença?

11 Maio 2022

Por Mônica Danielle (Advogada Associada)

Publicações

O filho de 21 anos e estudante continua recebendo a pensão por morte?

13 Abril 2022

Por Allana Lopes (Advogada Associada)

Publicações

Você sabe quem é o “super idoso”?

5 Abril 2022

Por @jorgeluiz353 (Advogado Coordenador)